Ir para o conteúdo

Prefeitura de Votuporanga e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
Prefeitura de Votuporanga
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Flickr
Rede Social Instagram
Rede Social Tik Tok
Rede Social Twitter
Rede Social WhatsApp
Rede Social Youtube
Legislação
ARRASTE PARA VER MAIS
LEGISLAÇÃO
Atos relacionados
INTERAÇÃO
Anotação
Marcação
BUSCA
Expressão
EXPORTAÇÃO
Código QR
Baixar
Compartilhar
COLABORE
Reportar Erro
QRCode
Acesse na íntegra
LEI ORDINÁRIA Nº 7028, 17 DE NOVEMBRO DE 2023
Assunto(s): Auxílio e Subvenções
Em vigor
LEI   Nº 7 028, de 17 de novembro de 2023
 
(Fica instituído o Programa Auxílio Moradia no Munícipio de Votuporanga e dá outras providências)
 
 
FAÇO SABER QUE A CÂMARA MUNICIPAL DE VOTUPORANGA APROVOU E EU NOS TERMOS DO ARTIGO 56, INCISO III, DA LEI ORGÂNICA DO MUNICÍPIO, PROMULGO A SEGUINTE LEI:
 
Art. 1º  Fica instituído o Programa Auxílio Moradia no Munícipio de Votuporanga, que visa disponibilizar acesso à moradia segura em caráter emergencial e temporário, às famílias de baixa renda, mediante a concessão temporária e formal de quantia financeira, para custear, de forma suplementar, a locação de imóvel residencial, no valor de R$ 500,00 (quinhentos reais) mensais.
Art. 2º  Serão passíveis de inclusão no Programa Auxílio Moradia:
I - famílias cujas moradias necessitem ser demolidas, em razão de implementação de obra de interesse público;
II- famílias temporariamente desabrigadas em razão da necessidade de reconstrução da unidade habitacional, no qual é proprietário, que se encontrem em situação de risco, atestada pela Defesa Civil;
III - famílias em situação de extrema vulnerabilidade social, desde que não tenha sido contemplado com unidade habitacional promovido pelo Município, Estado ou União;
IV - famílias chefiadas por mulheres com crianças e adolescentes, em situação de desproteção social;
V - famílias integradas com PcD (Pessoas com Deficiência – física, intelectual, visual, auditiva e deficiência múltipla) incapacitadas ao trabalho, desde que não tenha sido contemplado com unidade habitacional promovido pelo Município, Estado ou União;
VI - idosos com necessidades de cuidados acompanhados por familiar ou cuidador, desde que não tenha sido contemplado com unidade habitacional promovido pelo Município, Estado ou União.
§1º Para efeitos desta lei, considera-se família a unidade nuclear, eventualmente ampliada por outros indivíduos, que com ela possuam laços de parentesco ou de afinidade, formando um grupo familiar que vive sobre o mesmo teto e que se mantém pela contribuição de seus membros.
§2º  Considera-se, para efeito desta lei, extrema vulnerabilidade social, a condição de indivíduos ou grupos de fragilidade, que os torna expostos a riscos e a níveis significativos de dessegregação social.
§3º  Os casos previstos nos incisos III, IV, V e VI deverão ser atestados, mediante relatório, pela equipe técnica do Departamento de Habitação e Interesse Social.
§4º  Os casos previstos nos incisos V e VI deverão ser comprovados mediante laudo médico.
Art. 3º Para concessão do Auxílio Moradia, a família deve atender os seguintes requisitos:
I - residir no Município de Votuporanga por, no mínimo, 03 (três) anos;
II - ter renda familiar de até 1 (um) salário mínimo federal ou até 2 (dois) salários para famílias com mais de cinco integrantes;
III - não possuir família extensiva, residente no mesmo local e/ou município.
Art. 4º Farão jus ao benefício de que trata a presente lei, as famílias ou pessoas que se enquadrem em algum dos incisos previstos no art. 2º e que preencham os requisitos do art.3º.
Art. 5º  O Auxílio Moradia terá a duração:
I - nos casos de realocamento, promovido pelo município de Votuporanga, até a conclusão do processo;
II - nos casos de remoção em razão de projetos de intervenções e urbanização pública, até a entrega da unidade habitacional;
III - nos casos de situações emergenciais ou de calamidade pública atestada pela Defesa Civil, por um período de 12 (doze) meses, renovado por mais 12 (doze) meses com redução de 50% (cinquenta por cento) do valor inicial ofertado;
IV - nos casos de necessidade de reconstrução de imóvel que se encontre em situação de risco estrutural, atestada pela equipe da Defesa Civil, pelo prazo de 12 (doze) meses, prorrogável por mais 12 (doze) meses com redução de 50% (cinquenta por cento) do valor inicial ofertado;
V - nos casos previstos nos incisos III, IV, V e VI do art. 2º, pelo prazo de 12 (doze) meses, prorrogável por mais 12 (doze) meses com redução de 50% (cinquenta por cento) do valor inicial ofertado, quando atestada a necessidade e desde que se mantenham as condições da concessão.
Parágrafo único. As famílias só terão o Auxílio Moradia prorrogado mediante justificativa e relatório informativo social acolhido pelo Conselho Deliberativo do Fundo Municipal de Habitação.
 Art. 6º  São obrigações do Beneficiário:
I -  manter as informações atualizadas no Departamento de Habitação e Interesse Social, no ato do recadastramento;
II - comparecer aos agendamentos realizados nos casos de renovação pela Assistente Social do Departamento de Habitação e Interesse Social;
III - comprovar a utilização do recurso para os fins desta lei sempre que for solicitado pelo Departamento de Habitação e Interesse Social.
Art. 7º  O Auxílio Moradia será suspenso ou extinto pelas seguintes situações:
I -  no caso de descumprimento do que dispõe ao artigo 6º;
II - por requerimento do beneficiário, indicando sua motivação;
III - quando a renda familiar for incompatível com o disposto nesta lei;
IV -  quando do recebimento da unidade habitacional;
V -  quando do decurso do prazo previsto na legislação;
VI- quando o beneficiário ou algum membro da composição familiar estiver residindo em imóvel objeto de ocupação forçada ou de risco, o benefício será imediatamente cancelado, uma vez que este atendimento habitacional não estará atendendo à sua finalidade.
Art. 8º Não serão beneficiados com este Programa, os munícipes que anteriormente tenham sido contemplados por algum outro benefício ofertado pelo município, no que diz respeito a Auxílio Moradia ou Aluguel Social.
Art. 9º Somente um membro da composição familiar poderá ser atendido.
Art. 10. Esse programa deve atender no máximo 30 (trinta) famílias anualmente.
Parágrafo único. Fica o Poder Executivo autorizado a aumentar por Decreto Municipal o número máximo das famílias a serem contempladas com o auxílio moradia.
Art. 11. Ficam revogadas as Leis nº que trata do Aluguel Social e Ajuda de Custo.
Parágrafo único. As Leis nº 4.425, de 6 de maio de 2008 e nº 4.575, de 26 de março de 2009, que tratam do Aluguel Social serão aplicáveis aos contratos vigentes, por elas regulados, até o seu término.
  Art. 12.  Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.                                         
Paço Municipal “Dr. Tancredo de Almeida Neves”, 17 de novembro de 2023.                                                    
                                                               
Jorge Augusto Seba
Prefeito Municipal
 
Tássia Gélio Coleta
Secretária Municipal de Planejamento e Habitação
 
Edison Marco Caporalin
Secretário Municipal da Transparência e Gabinete Civil
 
Publicada e registrada na Divisão de Atos Administrativos e Legislativos, da Secretaria Municipal da Transparência e Gabinete Civil, data supra.
 
Natália Amanda Polizeli Rodrigues
Chefe de Divisão
 
Esta Lei sofreu Emenda Aditiva nº 1 de autoria do Vereador Jurandir B. da Silva e Emenda da Comissão de Justiça e Redação da Câmara Municipal de Votuporanga.
 
 
Autor
Executivo
* Nota: O conteúdo disponibilizado é meramente informativo não substituindo o original publicado em Diário Oficial.
Atos relacionados por assunto
c
Ato Ementa Data
LEI ORDINÁRIA Nº 7094, 19 DE MARÇO DE 2024 Fixa o valor do Auxilio Alimentação para o período de março de 2024 a fevereiro de 2025 19/03/2024
LEI ORDINÁRIA Nº 6992, 20 DE JUNHO DE 2023 Dá nova redação à Lei nº 5.341, de 06 de novembro de 2013, que dispõe sobre a criação do programa emergencial de auxílio-desemprego “Votuporanga em Ação 2” e dá outras providências 20/06/2023
LEI ORDINÁRIA Nº 6991, 20 DE JUNHO DE 2023 Dá nova redação à Lei nº 3.541, de 26 de junho de 2002, que dispõe sobre a revigoração do programa emergencial de auxílio-desemprego “Votuporanga em Ação” e dá outras providências 20/06/2023
LEI ORDINÁRIA Nº 6971, 21 DE MARÇO DE 2023 Fixa o valor do Auxilio Alimentação para o período de março de 2023 a fevereiro de 2024 21/03/2023
LEI ORDINÁRIA Nº 6941, 12 DE JANEIRO DE 2023 Autoriza o Poder Executivo a transferir no exercício de 2023 recursos financeiros através de termo de colaboração e ou fomento, à entidade sem fins lucrativos que especifica, nos termos das Lei Federal nº 13.019, de 31 de julho de 2014 e da Lei Federal nº 4.320, de 17 de março de 1964 12/01/2023
Minha Anotação
×
LEI ORDINÁRIA Nº 7028, 17 DE NOVEMBRO DE 2023
Código QR
LEI ORDINÁRIA Nº 7028, 17 DE NOVEMBRO DE 2023
Reportar erro
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Seta
Versão do Sistema: 3.4.1 - 29/04/2024
Copyright Instar - 2006-2024. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia