Ir para o conteúdo

Prefeitura de Votuporanga e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
Prefeitura de Votuporanga
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Flickr
Rede Social Instagram
Rede Social Tik Tok
Rede Social Twitter
Rede Social WhatsApp
Rede Social Youtube
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
MAI
30
30 MAI 2023
SAÚDE
585 visualizações
Dia Mundial sem Tabaco: Prefeitura alerta sobre riscos do cigarro eletrônico
AVALIAR
enviar para um amigo
receba notícias
Dia Mundial sem Tabaco: Prefeitura alerta sobre riscos do cigarro eletrônico
 
Piora nos quadros de bronquite e asma, aumento da pressão arterial e interferência no desenvolvimento do cérebro estão entre as consequências; atendimento e tratamento de graça em unidades de saúde e Caps Ad de Votuporanga
 
Quarta-feira (31/5), é considerado o Dia Mundial sem Tabaco, e um assunto que vem chamando a atenção dos órgãos de saúde é o uso do cigarro eletrônico, principalmente entre jovens e adolescentes. Este dispositivo, também chamado de “vape”, leva nicotina e substâncias tóxicas aos pulmões. Atualmente, a medicina ainda estuda os malefícios que podem ser causados pelo uso desse tipo de fumo, mas, já é de conhecimento que pode aumentar o risco de desenvolver uma doença pulmonar crônica.
 
Segundo médico de Família e Comunidade, Ernesto José Hoffman, o uso do cigarro eletrônico pode piorar infecções respiratórias já existentes além de causar também outras doenças. “Estudos sugerem uma piora nos quadros de bronquite e asma, aumento da pressão arterial, interferência no desenvolvimento do cérebro em usuários jovens, sem contar os problemas respiratórios e, em muitos casos, lesões pulmonares extensas. A ciência também já documentou doenças da gengiva, com sangramento gengival e prejuízo da saúde da boca como um todo”, disse o médico que é doutor em Ciências da Saúde e Saúde Coletiva. “Também já há estudos com camundongos e culturas de células que descobriram que o cigarro eletrônico danifica a estrutura química do DNA”.
 
Tratamento para quem quer parar de fumar
Em Votuporanga, quem deseja parar de fumar encontra atendimento e tratamento de graça nas unidades de saúde e também no Caps Ad (Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas), administrados pela Prefeitura, por intermédio da Secretaria Municipal da Saúde.
 
Neste ano, algumas unidades de saúde voltaram a oferecer o tratamento e acompanhamento, individual e em grupo, assim como ocorria antes da pandemia. O serviço é oferecido no Caps Ad e está sendo descentralizado para as demais unidades, com treinamento de profissionais e recursos necessários oferecidas pela assistência farmacêutica.
 
O coordenador do programa de Saúde Mental da Prefeitura, Reinaldo Antônio de Carvalho, explica como é o tratamento. “Primeiramente, é preciso identificar as motivações que incentivam a pessoa a parar de fumar. Esse desejo de parar precisa existir no indivíduo. Também é necessário identificar as comorbidades existentes por conta do cigarro. Depois dessa triagem, o cidadão passa por uma avaliação médica onde o profissional, com as informações obtidas até este momento, definirá qual abordagem ideal para aquela pessoa, incluindo os medicamentos ofertados gratuitamente pela rede pública. Iniciado o tratamento, o cidadão precisa frequentar os grupos para trabalhar os aspectos comportamentais. Por último, o paciente passa pelo processo de acompanhamento para retirada da medicação”.
 
Reinaldo explica ainda que todo o tratamento é planejado e executado para que os pacientes não sofram. “Não é preciso sofrer, temos fármacos disponíveis que ajudam as pessoas a largar o cigarro sem sofrimento, basta procurar uma unidade de saúde e dizer para o médico ou para a enfermeira responsável que você deseja parar de fumar. Se naquela unidade não tiver o serviço, o paciente será informado onde procurar. Também temos o Caps Ad que recebe qualquer cidadão nessa condição, sem necessidade de encaminhamento”, finalizou.
 
O Caps Ad fica na Rua Tocantins, nº 3809, bairro Santa Eliza. O telefone para mais informações é o (17) 3423-6343 ou 99774-7492. O atendimento é de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 17h.
 
Áudios Vinculados
Entrevista Dia Mundial sem Tabaco
Seta
Versão do Sistema: 3.4.0 - 05/02/2024
Copyright Instar - 2006-2024. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia