24/11/2022

Auditores fiscais e delegado da Receita Federal destacam potencial de Votuporanga para a Campanha Leão Amigo

Durante a apresentação, os auditores esclareceram dúvidas e reforçaram a importância dos contadores na conscientização da sociedade

Em palestra proferida no Centro de Cultura e Turismo de Votuporanga, na manhã da última quarta-feira (23/11), Mauro José da Silva, auditor fiscal, e Paulo Sérgio Cláudio, também auditor e delegado da Receita Federal do Brasil, destacaram que o município tem forte potencial para aumentar as destinações do imposto de renda para a Campanha Leão Amigo da Criança, do Adolescente e do Idoso.

A palestra foi uma iniciativa da Associação dos Contabilistas, da comissão organizadora da campanha no município e da Secretaria de Assistência Social e foi voltada para escritórios de contabilidade e demais pessoas interessadas em entender melhor sobre o assunto.

Durante a apresentação os auditores esclareceram dúvidas e reforçaram a importância dos contadores na conscientização e disseminação das informações da campanha para a sociedade em geral.

No ato de abertura do evento, o prefeito Jorge Seba, que estava acompanhado a presidente do Fundo Social e primeira-dama, Rose Seba, agradeceu o trabalho desenvolvido pelas entidades no atendimento a esse público e se colocou a disposição da campanha. “Sabemos a importância que cada instituição tem no desenvolvimento do trabalho em parceria com a Prefeitura para chegar até as pessoas mais vulneráveis. Por isso, o nossos muito obrigado a todas as pessoas que se dedicam ao terceiro setor”.

Além dos palestrantes da Receita Federal, também participaram do evento o presidente da Associação dos Contabilistas, Flávio Curti; os vereadores Jurandir Silva e Jezebel Silva; a secretária de Assistência Social, Meire Azevedo; e o diretor regional do Sescon-SP e presidente da Associação das Empresas de Serviços Contábeis de Rio Preto, Manoel Carlos.

Campanha
Pessoas físicas podem destinar 6% do imposto devido com a declaração feita no modelo completo até o último dia útil do ano, por meio dos boletos disponíveis no site da Prefeitura de Votuporanga. No ano seguinte, se a destinação de pessoa física não atingiu o limite de 6%, é possível complementar no momento da entrega da declaração junto à Receita Federal. Pessoas jurídicas podem destinar 1% do imposto devido com a declaração feita pelo lucro real.

Os recursos são direcionados às entidades assistenciais de Votuporanga que trabalham com os respectivos públicos. Para isso, as instituições elaboram seus projetos e remetem à aprovação dos Conselhos Municipais. Uma vez de acordo com as legislações vigentes, os recursos são repassados e, posteriormente, as entidades prestam contas para comprovar que a verba foi aplicada seguindo o projeto aprovado.


Palestra Campanha Leão Amigo

Voltar