05/07/2022

Top 50: Votuporanga é destaque nacional em pesquisa socioeconômica da revista 'IstoÉ'

Cidade está entre as 15 do estado de São Paulo na categoria Médio Porte; foram analisados 5.565 municípios brasileiros

Votuporanga está entre as melhores cidades do Brasil, segundo estudo sobre qualidade de vida e economia divulgado pela Revista IstoÉ. A edição 2022 da pesquisa “Melhores Cidades do Brasil” foi realizada pela agência Austin Rating, em parceria com a editora Três e analisou 5.565 municípios brasileiros, dos quais foram selecionados e classificados 50 em cada categoria (pequeno, médio e grande ponte). A cidade está entre as 15 paulistas que se destacaram na categoria Médio Porte.

O município obteve 177.5828 pontos e ocupou a 41ª colocação entre os municípios da categoria Médio Porte. Ao todo, foram considerados 281 indicadores, divididos nas seguintes categorias: fiscais (capacidade de arrecadação, execução de orçamento, aplicação na saúde e educação e capacidade de pagamento), econômicas (padrão de vida, mercado de trabalho e comércio exterior), sociais (atenção ao jovem, educação, responsabilidade social, habitação e qualidade de vida) e digitais, como mobilidade digital e acesso digital ao conhecimento.

"Para nós é um orgulho ver mais uma vez Votuporanga sendo destaque em nível nacional. Trabalhamos todos os dias para melhorar a vida das pessoas, gerar oportunidades e promover desenvolvimento, por isso são obras e projetos acontecendo a todo o momento e por todos os lados da nossa cidade, que é construída por cada votuporanguense", comemorou o prefeito Jorge Seba.

No universo dos municípios paulistas selecionados nas três categorias, Votuporanga também se destaca entre as 48. Na região, apenas São José do Rio Preto também integra o ranking. Para conhecer a classificação total das cidades, basta acessar o site https://istoe.com.br/as-50-melhores-cidades-por-porte/

A pesquisa
O ranking "Melhores Cidades do Brasil" se propõe a mapear o nível de desenvolvimento socioeconômico de todas as cidades brasileiras. A base de dados é formada pelo banco de informações de órgãos federais e instituições públicas, entre as quais estão o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e o Datasus.

Voltar