25/11/2021

Unidade móvel de vacina imuniza mais de 100 pessoas no primeiro dia

Cerca de 15% do público vacinado recebeu a primeira dose, 73% foram segundas doses e 18% terceiras doses

O público compareceu para receber a vacina contra a Covid-19 na unidade móvel da Secretaria da Saúde que percorreu bairros da região sul no fim da tarde e início da noite desta quarta-feira (24/11). Mais de 100 pessoas foram imunizadas em cerca de três horas, sendo cerca de 15% com a primeira dose, 73% com segundas doses e 18% de terceiras doses.

“Foi uma ação espetacular que superou as nossas expectativas. O que nos impressionou foi o índice de primeiras doses aplicadas. Nosso apelo continua. Vamos dar sequência na ação e esperamos ampliar cada vez mais o índice de pessoas vacinadas e protegidas contra a Covid-19 no nosso município. Esse é o momento em que nos aproximamos do fim do ano, quando teremos os encontros familiares, para celebrarmos a vida, um novo tempo e, por isso, vamos nos cuidar, para curtirmos esses momentos sem preocupações”, disse a secretária da Saúde, Ivonete Félix.

Continuidade
Devido à boa repercussão, a iniciativa continua. Nesta quinta-feira (25/11), a unidade móvel volta para a região sul, iniciando pelo bairro Sonho Meu e concluindo na Estação, das 17h30 às 20h.

As vacinas também estão disponíveis nos dois postos volantes: no Assary e na Capela Santo Expedito, de segunda a sexta, das 8h às 15h.

Quem pode receber a vacina?
Podem se vacinar com a primeira dose adolescentes de 12 a 17 anos e adultos com 18 anos ou mais que perderam o prazo de se imunizar anteriormente; com a segunda dose, todos que estão no prazo. Lembrando que o intervalo entre as duas doses das vacinas Pfizer e Astrazeneca reduziu, conforme anunciado pela Secretaria da Saúde. Desta forma, quem tomou a primeira dose da Astrazeneca há oito semanas (56 dias) já pode voltar para completar o esquema de imunização; e quem tomou a vacina da Pfizer há 21 dias também já pode concluir com a segunda dose, com exceção para os adolescentes, que devem continuar seguindo o prazo de oito semanas.

A terceira dose também já está disponível para todos os adultos, idosos e profissionais da saúde que tomaram a segunda dose há, pelo menos, cinco meses; além de pessoas imunossuprimidas que tomaram a segunda dose há, pelo menos, 28 dias.

Pessoas que irão viajar ao exterior também podem antecipar a segunda dose ou tomar a terceira dose desde que comprovem no ato da vacinação o agendamento da referida viagem, com apresentação da emissão da passagem por transporte aéreo, terrestre ou portuário.

Desta forma, quem tomou as duas doses da Coronavac e vai viajar para o exterior pode receber a terceira dose de outro imunizante aceito pelo país de destino. Neste caso, o intervalo mínimo entre a segunda e a terceira dose deve ser de 28 dias.

Para aqueles que irão viajar e que não concluíram o esquema com as duas doses, podem tomar a segunda dose com prazo antecipado que varia de acordo com a marca do imunizante. Sendo assim, quem tomou Pfizer, pode receber a segunda dose com 21 dias em qualquer faixa etária, inclusive adolescentes. E quem tomou Astrazeneca pode antecipar a segunda dose com 28 dias, mesmo prazo mantido entre as duas doses da Coronavac.


Unidade móvel de vacina imuniza mais de 100 pessoas no primeiro dia

Voltar