Digite mais de 2 letras para pesquisar.
Secretaria da Saúde
Tamanho do Texto
A-
A+

Prefeitura e Unifev realizam ação de conscientização sobre perigos dos pombos urbanos

População foi conscientizada para que não dê alimentos, água ou abrigo aos pombos

Os pombos podem parecer inofensivos, porém são causadores de doenças que podem afetar os sistemas respiratório e nervoso, além de causar dermatites e outros danos à saúde. Dessa forma, para evitar que pombos comprometam a qualidade de vida dos munícipes, a Prefeitura de Votuporanga, por meio da Secretaria Municipal da Saúde, em parceria com a Unifev (Centro Universitário de Votuporanga), realizou no último sábado (11/05), na Rua Amazonas, na praça da Catedral Nossa Senhora Aparecida (Igreja Matriz), uma conscientização de controle de pombos. A iniciativa partiu de indicação do vereador e presidente da Câmara, Mehde Meidão Slaiman Kanso.

Durante a ação, alunos do curso de Biologia da Unifev abordaram e conscientizaram os munícipes sobre as doenças transmitidas pelas aves, sintomas, como preveni-las e sobre a importância de não os alimentar. 

Hoje, sua infestação nos centros urbanos é considerada um problema. Além de prejuízos materiais, eles causam problemas de saúde pública, transmitindo várias doenças, por isso, é importante que a população não dê alimentos, água ou abrigo aos pombos. Dessa forma, eles vão procurar alimentos por conta própria na natureza e migrar para outras regiões, sem prejuízo para a saúde e para o bem-estar.


Principais doenças transmitidas pelos pombos

Os pombos transmitem doenças de caráter alérgico, fungos, bactérias, insetos e ácaros. Entre elas estão: criptococose, histoplasmose, ornitose, alergias, dermatites causadas por ácaros e piolhos, salmonelose, gripe aviária e meningite.

As principais formas de transmissão acontecem quando aspiramos a poeira gerada pelas fezes ou ingerimos carnes e ovos contaminados por elas. Essas doenças também são transmitidas pelo piolho do pombo.


Sintomas

Os principais sintomas das doenças são dificuldade ao respirar, espirros, dor de cabeça, náuseas, vômitos, sensibilidade à luz, febre, fraqueza, feridas na pele e dor no peito.


Como prevenir

Para evitar as doenças transmitidas por pombos, devemos tomar os seguintes cuidados:

- Não deixe acumular fezes. Sempre que for limpá-las, proteja o nariz e a boca com máscara ou pano úmido e utilize luvas;

- Antes ou depois da limpeza, umedeça bem as fezes com solução desinfetante à base de cloro;

- Feche as partes em construção, telhados, beiras e vãos de ar-condicionado com tela ou alvenaria, para que eles não se alojem nesses locais;

- Proteja os alimentos e a água do acesso das aves e suas fezes;

- Para não atraí-los, recolha as sobras de alimentos de animais domésticos, aves de gaiola e criações.


Importante

Caso tenha contato com pombos e sinta algum sintoma das doenças, procure atendimento médico na UPA – 24 horas (Unidade de Pronto Atendimento) ou Hospital da Zona Norte “Fortunata Germano Pozzobon” para o atendimento necessário. Em caso de infestação de pombos, procure o Secez. Informações pelo 0800-770-9786.


FOTOS: https://www.flickr.com/photos/prefvotuporanga/albums/72157708577828534


Tamanho do Texto
A-
A+

Receba semanalmente as notícias desta seção.

Preencha corretamente suas informações! Os campos acima precisa de sua atenção.
Ops! O sistema não pôde atualizar o seu cadastro, por favor, tente novamente mais tarde.
Lamentamos não ter mais você com a gente! Se precisar pode voltar sempre.
Cadastro atualizado! Em breve você estará recebendo as newsletters selecionados.
OK
NOTÍCIAS RELACIONADAS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Twitter
Facebook