Digite mais de 2 letras para pesquisar.
Secretaria da Saúde
Tamanho do Texto
A-
A+

Prefeitura realiza grande mutirão de limpeza na região norte

Ação preventiva está sendo promovida visando evitar novos possíveis criadores do Aedes Aegypti, escorpiões e conter a proliferação de doenças como a leishmaniose


A Prefeitura de Votuporanga, por meio das Secretarias Municipais da Saúde, Obras e Saev Ambiental, está desenvolvendo um grande mutirão de limpeza na região norte da cidade para coletar materiais descartáveis e recicláveis que podem se transformar em criadouros do mosquito Aedes Aegypti no período chuvoso. Moradores dessa região estão sendo comunicados para descartar determinados tipos de materiais nos dias da coleta que variam de acordo com cada bairro.

A ação teve início em setembro e abrangeu mais de 100 quarteirões do bairro Pozzobon sentido Propovo. Aproximadamente 12 caminhões da Secretaria Municipal de Obras recolheram os materiais e uma equipe do Secez (Setor de Controle de Endemias e Zoonoses) capturou cerca de 500 escorpiões, por meio de busca ativa noturna. 

O trabalho preventivo tem como principal objetivo eliminar novos possíveis criadores do Aedes Aegypti, escorpiões e conter a proliferação de doenças como a leishmaniose, colaborando com a saúde pública em locais mais vulneráveis para transmissão dessas doenças.

Segunda etapa

Na próxima terça-feira (8/10), a partir das 7h, o serviço seguirá para a segunda etapa, que abrangerá o bairro Pozzobon, partindo da Unidade de Saúde da Família “Josephina Pirotello Pesciotto - (Dona Nina)” para o sentido da Avenida Emílio Arroyo Hernandes. Entre os materiais que serão recolhidos estão isopor, plásticos, papéis, metais em geral, pneus e eletrodomésticos.

Na quarta-feira (9/10), também a partir das 7h, será a vez de recolher entulhos, tijolos e telhas. Todo material coletado terá o descarte correto para cada tipo de resíduo.

É importante ressaltar que madeiras, sofás e colchões não estão inclusos e se forem colocados para coleta poderão gerar multa aos moradores.

“A intenção é que o projeto se estenda para bairros da região Sul e, com isso, ao chegar o período de chuvas, esses materiais não se transformem em criadouros”, explicou a responsável pelo Departamento de Vigilância Ambiental da Secretaria da Saúde, Danielli Teodoro Leppos.


Tamanho do Texto
A-
A+

Receba semanalmente as notícias desta seção.

Preencha corretamente suas informações! Os campos acima precisa de sua atenção.
Ops! O sistema não pôde atualizar o seu cadastro, por favor, tente novamente mais tarde.
Lamentamos não ter mais você com a gente! Se precisar pode voltar sempre.
Cadastro atualizado! Em breve você estará recebendo as newsletters selecionados.
OK
NOTÍCIAS RELACIONADAS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Twitter
Facebook